Lives se tornam o principal instrumento de campanha

A pandemia do novo coronavírus tornou as redes sociais o canal do político com o eleitor




Sem a possibilidade de promover reuniões presenciais, em razão da pandemia da Covid-19 que já provocou 48 óbitos em Trindade, os políticos têm lançado mão das lives nas redes sociais, na tentativa de levar uma mensagem ao distinto internauta que se confunde também com “sua excelência, o eleitor”, como gostava de dizer, o saudoso Ulisses Guimarães, morto em acidente aéreo, em 12 de outubro de 1992. Ontem à noite, Jeann Carlos (PRTB), vereador e pré-candidato a prefeito, conversou, em sua live, com o médico Daniel Cabriny, presidente do PSDB de Trindade. Na terça-feira, o médico Rogério Taveira, pré-candidato do PP, botou no ar sua live. O artista e o político precisam ir onde o povo está, não é mesmo? E todo mundo ou quase hoje em dia se encontra nas redes sociais.


Educação
Na rede pública estadual de Educação, os servidores administrativo retomaram as atividades presenciais e inclusive professores em funções de coordenação também. As aulas retornarão, ainda de modo virtual, na próxima semana. Já a rede municipal de Ensino de Trindade sinalizou, em reunião do Comitê de Crise da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, o Conselho Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde, que as aulas continuarão da mesma forma que foi no primeiro semestre, em Home Office.


Comentários

Parceiro

Parceiro