Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Prefeitura de Goiânia demoliu casas abandonadas no centro da cidade onde há muitos imóveis abandonados. O quê fazer com um edifício, por exemplo?

Imagem
Edifício abandonado há tempo no centro de Goiânia. No dia 26 de junho deste ano a Prefeitura de Goiânia demoliu uma casa na Rua 20, no centro da cidade. A construção da década de 1930 foi derrubada, pois estava abandonada pelos proprietários e vinha sendo utilizada por marginais para uso de droga. A Polícia Militar pediu que o prédio fosse demolido, a Justiça mandou e a Prefeitura cumpriu. Veja no link ~> http://arquivo.dm.com.br/texto/gz/124899 . Poucos dias depois outra demolição de casa antiga na região central da capital goiana foi realizada. Acesse o link ~> http://arquivo.dm.com.br/texto/gz/125441 . Esse negócio de cuidar da memória, sei lá, arquitetônica de Goiânia não preocupa muita gente por aqui não. Tampouco as autoridades, é o que parece. Pior de tudo é que o centro de Goiânia está precisando de uma repaginada geral. Os edifícios estão mal cuidados demais da conta. Há uma quantidade considerável de prédios desocupados, onde quer que se ande naquela regi

A Romaria acabou há 5 cinco dias mas ainda tem barraquinhas funcionando

Imagem
Barraquinhas ainda funcionam na Praça da Prefeitura. Só para a gente registrar, a Romaria do Divino Pai Eterno, em Trindade/GO, “Coração do Brasil” (como dizem os padres durante as celebrações), terminou no domingo (7), todos sabem. Isso em relação à programação dos eventos religiosos, bem entendido. Os romeiros que “vieram de perto ou de longe” para celebrar a fé e devoção do Pai Eterno já estão em suas respectivas casas, muitos deles cuidando das próprias vidas. No entanto, a parte comercial, digamos, profana, da Festa de Trindade ainda dá sinais de uma irresistível disposição para continuar de barraca armada, no sentido literal da expressão, internauta malicioso. Por volta das 16h desta sexta-feira fiz algumas fotos da movimentação de clientes nas barracas ainda abertas nas ruas em volta da Praça Constantino Xavier, Centro de Trindade, onde funciona a Prefeitura Municipal. Os comerciantes que estão trabalhando por ali estão retardando ao máximo o momento de fechar as portas

Parceiro

Parceiro