Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

A falta de cuidado dos gestores municipais com a frota de veículos.

Imagem
Vans e ônibus deixados ao relento certamente resultará na deterioração do patrimônio público municipal. Vans da frota da Prefeitura de Trindade ao relento. Dia desses estava caminhando no final de uma tarde pelas ruas e avenidas de Trindade meio que sem rumo, ou melhor, seguindo a direção que meu nariz apontava. Vai daí que ao passar ao lado do Parque Municipal, onde bem no início ficam estacionados uma série de vans e ônibus da Prefeitura de Trindade, me deu um dó danada ao ver o desmazelo com itens do patrimônio público da “Capital da fé”. Ah, internauta, no caso os veículos mencionados aí não estavam, digamos, bem guardados não. Estavam, sim, ao relento... Quando o sujeito consegue comprar um carro ou uma moto, de cara ele pensa no local onde irá deixar o veículo. Afinal, trata-se de um bem muito útil para a pessoa e sua família, garantindo uma maior mobilidade pela cidade, que merece e precisa ser bem cuidado, estar sempre “guardado” e em segurança a fim de evitar ou

Prefeitura asfaltou as ruas e avenidas do Setor Ana Rosa.

Imagem
Caminhando pelo Setor Ana Rosa a gente vê ruas asfaltadas mas faltam muros e calçadas nos inúmeros terrenos vazio que são usados como lixeiras. Lixeira a céu aberto na Rua 110, Setor Ana Rosa. É bem verdade que a Prefeitura de Trindade demorou umas duas décadas para asfaltar as ruas e avenidas do Setor Ana Rosa. Vários prefeitos deram expediente ali na sede do poder Executivo Municipal, na Praça Constantino Xavier, cujo nome é o do esposo da Ana Rosa, vale lembrar, e nada de pavimentar aquele bairro. Felizmente, o atual prefeito Jânio Darrot (PSDB) fez a máquina municipal girar um tantinho mais rápido e o asfalto tornou-se realidade bem-vinda para aqueles trindadenses. Já não era sem tempo. Ah, sim! Há lugares em que a qualidade da pavimentação não é lá grande coisa não. E não é necessário diploma de especialista em asfalto para constatar isso. A gente dá de cara com buracos e percebe que a espessura da massa asfáltica e fininha... Mas é evidente que antes assim do q

Breve comentário sobre os dois anos da gestão do prefeito Jânio Darrot.

Imagem
Administração teve início com uma grande expectativa da população mas até agora as realizações deixam uma sensação de que falta algo realmente novo. Prefeito de Trindade, Jânio Darrot. Lá se foram os primeiros dois anos da administração Jânio Darrot (PSDB) à frente da Prefeitura Municipal de Trindade. Nos últimos meses ouvi a mesma pergunta de diversas pessoas do meu convívio e que sabem do meu trabalho aqui neste blog. Qual é a pergunta? Muita gente me questiona sobre a minha opinião a respeito do atual prefeito da “Capital da fé”. Uma hora ou outra a gente vai ter que dar um pitaco sobre esse tema, ora pois. Não percamos mais tempo então... No finalzinho do ano passado tentei agendar uma entrevista com o prefeito Jânio, estive no Gabinete de Sua Excelência, e falei com uma secretária dele a respeito que me perguntou inclusive qual era o tema. Claro que pensei que a assessoria do prefeito deve estar treinada para filtrar os assuntos que o pessoal da imprensa deseja

A moda dos lotes pequenos e ruas estreitas.

Imagem
Os novos bairros que surgem nas cidades deste Brasil e de Trindade inclusive têm lotes cada vez menores e ruas invariavelmente estreitas. Vista de uma rua estreita no Setor Monte Cristo. Virou moda, parece, os loteamentos de hoje em dia terem ruas estreitas toda vida. Pode reparar bem, caro internauta que vez por outra dá uma espiada neste blog. Acho que não estou exagerando coisíssima nenhuma ao afirmar isso aí. As ruas de hoje em dia nos bairros novos estão mais estreitas, o que é visível a olho nu mesmo. Não é preciso um trena para medir e verificar que o espaço está encolhendo demais. A foto acima mostra uma rua do Setor Cristo Redentor, onde há construções amplas e muito bacanas, mas as ruas são estreitíssimas. Fico pensando na dificuldade que deve ser para um caminhoneiro fazer a entrega de móveis naquelas casas e principalmente no transporte de mudanças para aquela localidade. Afinal, como manobrar um caminhão num espaço exíguo como as ruas que a gente vê no

Algumas breves linhas sobre novelas e que tais.

Novela é um negócio importante que conta a atenção de milhões de brasileiros e até de gente lá no estrangeiro. Na dramaturgia telenovelística brasileira, sobretudo para as novelas da Rede Globo onde há mais trabalhos gerando maior repercussão em terras desse país “em que se plantando tudo dá”, a gente percebe que há, digamos, lugares comuns capazes de dar nos nervos de qualquer telespectador um tantinho mais cansado da repetição de temas, inclusive das caras dos atores escalados para as tramas da “linha de montagem” lá no Projac. É claro que novela dá audiência e também outras emissoras de televisão, além da Globo, gastam os tubos produzindo esse tipo de trabalho. A Record, por exemplo, desfalcou parte considerável do elenco global para incrementar sua grade de programação com um monte de novelas. Porém, dia desses vi o ator Alexandre Frota declarando que atuar em novelas fora da Globo garante pouca repercussão. O ator contou que estava protagonizando uma novela em outra

Pérolas de bom humor...

Imagem
Enxada como remédio milagroso para, dentre outros, um dos males do Século XXI, a depressão. E lá pelas bandas do WhatsApp (ou Zap-Zap, para os mais íntimos...) dei de cara com essa beleza de recomendação para quem anda se queixando de depressão, por exemplo. Tem um pessoal muito criativo nesse mundo de meu Deus. Veja só.

O Cara da Foto

Imagem
Um paulista que se apaixonou também por Trindade. Paulista Romualdo Andrade sobre Trindade: "Finquei bandeira aqui." Romualdo Andrade é paulista de Fernandópolis, cidade cuja população gira ao redor de 70 mil habitantes, localizada no noroeste de São Paulo, há bem uns 550 quilômetros da Capital daquele estado, digamos, o coração pulsante da economia brasileira. Romualdo é casado com a iporaense Edilene Santos, a sua verdadeira e grande paixão, é necessário deixar bem claro logo de início. Formado em Letras pela Fundação Educacional de Fernandópolis (FEF), Romualdo é gestor de mídias in door e o principal nome à frente do Guia Lins, ligado à empresa Linsoft, sob o comando do empresário Milton Lins. Diversas empresas aqui na “Capital da fé”, sobretudo as Casas Lotéricas, nas quais a gente fica esperando pelo atendimento diante de monitor de televisão apresentando propaganda do comércio trindadense, o fazem em parceria de negócio sob a gestão de Romualdo And

Curiosidade sobre a natureza em Trindade

Imagem
Vista do morro onde está em construção a nova Basílica da “Capital da fé” e a pergunta é: Como estará a vegetação naquele lugar daqui a uns anos. Vista do morro onde está sendo construída a nova Basílica de Trindade: Como estará a vegetação naquele lugar no futuro? Dia desses enquanto eu caminhava ali pela Praça Dom Antônio Gomes, onde fica o Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, ao olhar para o local onde está sendo construída a nova Basílica, reparei que ainda há muitas árvores naquele morro. É bonito de se ver e, claro, faz um bem enorme para o meio ambiente aqui dessa região onde a expansão urbana vem ganhando um ritmo meio que alucinante, nos últimos anos, e isso certamente provocará o encolhimento das áreas verdes daqui. A marcha do crescimento urbano não raras vezes é inclemente e impiedosa com a natureza, todos sabemos disso muito bem. O pessoal vai pavimentando com cimento e asfalto até mesmo onde a gente enxerga algo muito parecido com um brej

Controvérsias sobre o papel do Estado

Imagem
por Daniellen do Vale As questões relacionadas à atuação do Estado na economia são tão antigas como a própria ciência econômica. Enquanto alguns modelos buscam mostrar que a eficiência pode ser atingida pelas livres forças do mercado, outros apontam as falhas de mercado para expor o papel do Estado no desenvolvimento e na eficiência da economia. Daniellen do Vale  Os modelos econômicos clássicos, por considerarem, em suas análises, a racionalidade dos agentes econômicos, postulavam o que se pode chamar de Estado mínimo, ou seja, a atividade estatal deve ser voltada apenas para o atendimento de demandas em que a atividade privada não possa se autoajustar. A linha predominante dos economistas clássicos era a de que o mercado tinha a capacidade de alcançar o equilíbrio de pleno emprego, sem a interferência do governo, de forma eficiente, e o lado real da economia não é influenciado pela política monetária. Isso é conhecido na literatura como dicotomia clássica ou,

O desrespeito das longas filas em bancos em Trindade

Imagem
Agências bancárias em Trindade submetem clientes a longas esperas em filas, constrangendo pessoas de todas as idades. As intermináveis filas de banco são um flagelo que assola não somente os moradores de nossa querida Trindade, mas, também, todos aqueles cidadãos das demais cidades de nosso Estado, sendo assim o presente artigo pertinente aos 246 municípios de Goiás. Em nossa Trindade presenciamos todos os dias vexatórias filas de banco, que submetem os correntistas a todo tipo de constrangimento e de humilhações, isto porque têm que suportar sol, chuva, dores musculares e a exaustão; estas decorrentes do longo tempo de espera para finalmente serem atendidos pelos senhores e senhoras caixas. Existem casos em que o cidadão espera para ser atendido, em pé na fila, mais de uma hora e meia, não distinguindo a famigerada classe social, idade, sexo, raça, ou credo e isto porque todos são submetidos a este constrangimento, salvo algumas honrosas exceções de clientes que d

Carestia do material escolar

Imagem
Variação de preços dos itens das listas de material escolar é um exagero. O sujeito que tem filho na escola já sabe que antes de sair comprando aquela infinidade de itens das exageradas listas de material escolar é preciso bater pernas pelas livrarias e papelarias da cidade. Lápis e papel nas mãos, calculadora também ajuda, e vamos que vamos pesquisar preços, minha gente. Se não fizer desse jeito, a sangria no orçamento doméstico acaba sendo inevitável. A Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon) em Goiás divulgou, nessa terça-feira (6), resultado de pesquisa realizada sobre o comportamento dos preços do  material escolar em Goiânia. De cara, foi possível notar pelo trabalho dos técnicos do Procon que os preços encareceram em 5,77%, no geral. Pior de tudo é que, observando a oscilação dos preços de um estabelecimento comercial para outro, foi encontrado um mesmo produto com até 384% de variação. Eis um espanto. A informação acima é um reforço à

Morreu neste sábado em Trindade Wilmar Brasil dos Santos.

Imagem
Trindade e o Rotary Club perderam um grande homem neste sábado. Wilmar Brasil dos Santos: 11/01/1957 - 03/01/2015 . O contador e advogado Wilmar Brasil dos Santos (57) morreu na tarde deste sábado (3), em Trindade. Ao cair de uma escada no lado externo de sua residência, o ex-presidente do Rotary Club de Trindade (2007-2008) e associado ao Rotary Club de Goiânia Aeroporto, sofreu traumatismo craniano e faleceu no mesmo lugar, por volta das 16h. O trágico acontecimento pegou de surpresa, claro, familiares e amigos entristecendo a todos. Wilmar era casado com a professora Iraídes Alves com quem teve dois filhos, Wilmarzinho e Ana Clara.  O corpo de Wilmar Brasil será velado neste domingo (4) na Capela de Velório Municipal de Trindade, a partir da 3h, e o sepultamento se realizará no Cemitério ao lado. O horário ainda não foi definido pela família. Este blogueiro registra, consternado, esse triste acontecimento que coloca um ponto em uma amizade de uns 20 anos, pelo menos, qu

E as calçadas de Trindade continuam sendo ocupadas por comerciantes.

Imagem
Apesar da recomendação do Ministério Público à Prefeitura de Trindade para desocupar as calçadas, nada aconteceu ainda neste sentido. E a dificuldade para o sujeito caminhar pelas calçadas das principais ruas e avenidas de Trindade continua, apesar da anunciada decisão do Ministério Público, no final do ano passado, que acionou a Prefeitura Municipal para que seja promovida a desocupação desses espaços atualmente na maioria das vezes utilizados indevidamente por comerciantes da cidade. Demos uma notinha a respeito, o tempo passou e tudo continua como dantes no  Quartel de Abrantes .  Veja aqui . Essa questão de se garantir mobilidade urbana é coisa séria, menos para quem utiliza sua própria calçada como bem lhe dá na telha. Se andar pelas calçadas da “Velha Trindade da fé e do amor” é coisa um tanto arriscada para quem está bem das pernas, imagine para aquelas pessoas portadoras de necessidades especiais, que se utilizam de próteses, muletas, bengalas, cadeiras de roda

Parceiro

Parceiro