Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Dia D de Vacinação contra a Gripe H1N1 em Trindade ficou para depois

Imagem
Faltaram vacinas para o Dia D e a esperança é a de que a vacinação aconteça na Segunda (2).



No Brasil, este Sábado (30) foi batizado de o Dia D da Vacinação contra a Gripe H1N1, a gente ouviu muito se falar a respeito. Agora, em Goiás, mas precisamente nas cidades de Aparecida de Goiânia, Goiânia, Goianira, Senador Canedo e Trindade a população ficou na base do ora veja. Faltaram vacinas nos municípios mencionados aí. E o pior de tudo é está difícil encontrar a bendita vacina até mesmo em unidades da rede privada de Saúde. Alguma coisa não anda muito bem no serviço público de Saúde de Goiás, apesar do auto-elogios que o governo goiano apresenta na publicidade oficial na mídia desta do povo de gosto muito de comer pequi. Tomem nota que a previsão dos gestores da área da Saúde é que na Segunda-feira (2) a vacinação deve recomeçar nas cidades acima referenciadas.
Imagem acima é do jornal O Popular.

A Tocha Olímpica estará em Trindade

Imagem
À espera do símbolo dos jogos olímpicos, a Prefeitura “passa um batom” em pontos do centro da cidade.





A Tocha Olímpica, segundo definição dos organizadores do evento, é um importante “símbolo na história dos Jogos Olímpicos e representa a paz, a união e a amizade”. Ao todo esta representação da Chama Olímpica percorrerá algo como 300 cidades nas 5 regiões do Brasil, sede das Olimpíadas, que serão disputadas na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 5 e 21 de agosto deste ano. Em Goiás, a Tocha passará por 15 cidades (Anápolis, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Cidade de Goiás, Corumbá de Goiás, Goiandira, Goiânia, Inhumas, Ipameri, Itaberaí, Morrinhos, Piracanjuba, Pirenópolis, Pires do Rio e Trindade). Na “Capital da Fé” a Tocha Olímpica estará na manhã do dia 6 (Sexta-feira) de maio. O bacana disso tudo é que o prefeito mandou seu pessoal dar uma ajeitada melhor nas ruas e avenidas por onde a Tocha Olímpica será conduzida. Como se diz por aí, “passaram um batom” na região central …

O lado cruel da atual crise econômica brasileira

Imagem
É preciso que o governo comece logo a governar para ao menos atenuar o desemprego


Já estamos cansados de ouvir por aí que ao redor de 10 milhões de trabalhadores estão desempregados no Brasil. É um número assombroso! É um item da estatística do trabalho e emprego no País a mostrar que a política econômica precisa mudar urgentemente. E a pior notícia possível é saber que estes números se referem a pessoas, homens e mulheres, não raras vezes mantenedores de famílias. Como sustentar as necessidades familiares sem salário todo santo mês?
Hoje ouvi parte de uma conversa que me entristeceu bastante. Um rapaz sobre um bicicleta se aproximou de um homem, ambos estavam diante da construção de uma casa, em Trindade mesmo. Sem descer da bicicleta o jovem perguntou ao outro se ali estavam precisando de gente para trabalhar. “Qualquer coisa serve”, não pude deixar de ouvir. Antes de receber qualquer reposta foi acrescentando que precisa arranjar dinheiro para pagar o aluguel, já atrasado, e as conta…

João Colagem em mais um evento

Imagem
Exposição de Artes Visuais 11ª Edição Colagem Coletiva “NÃO INTITULADA”




Até o dia 29 de abril, de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h.

Visitas monitoradas para grupos, às quintas-feiras. Agendar pelos telefones (62) 3269-0883 \ 8537-5794
Endereço: Av. João Leite, 1013 - Santa Genoveva - Goiânia(GO).

No evento a entrada é franca e o estacionamento gratuito.

Artistas participantes André Bragança, Bia Menezes, Bruno Melo, Diego EL Khouri, Fátima Carvalho, Hal Wildson, Paranhos Júnior, Líbia Duarte, Rjunior, Raimundo Barros, Rossana Jardim, Salvess, Tati Almeida, Vinícius Vargas, Wolney Fernandes.
Realização: Teatro Sesi - FIEG SESI - Studio Colagem
Curadoria: João Colagem
Apresentação: Saulo Ribeiro Montefusco
Fotografia: Bruno Lôbo
Vídeo Arte: Hal Wildson
Apoio: Tetto Fine Art Prints
Agradecimentos: Nilton A. Faleiro (Teco), coordenador de Atividades-Fim e Diretor do Teatro Sesi Marcelo Ortega, Josemar Callefi, Valbene Bezerra, Hey, Hal!, MR Telas e Molduras, Bruno Lôbo e Tarcísio Pina.

Advogada trindadense na Comissão de Direito Político e Eleitoral da OAB Goiás

Imagem
De olho no cumprimento e aplicação da legislação eleitoral em vigor


Eliane Ferreira, advogada trindadense, formada na Universidade Salgado de Oliveira (2009), passou a integrar a Comissão de Direito Político e Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Goiás, desde o dia 19 deste mês. A Comissão atua na defesa da cidadania e da democracia, além de lutar pelo fim da corrupção no País, buscando o exercício da moralidade. Liderada pelo Conselho Federal da Ordem, uma das ações em andamento está relacionada à campanha pelo fim do caixa dois nas disputas eleitorais, vale destacar.

Outros importantes objetivos da Comissão ainda, é importante dizer, têm a ver com a proposição de melhorias aos órgãos legislativos, com a manutenção do contato e diálogo com as autoridades da Justiça Eleitoral, além de, quando for o caso, apresentar denúncias de infrações ao chamado ordenamento jurídico às instâncias responsáveis pela apuração dos delitos. Para a advogada Eliane Ferreira, isso tudo “contribu…

E o poste continua no meio da rua

Imagem
Nem prefeitura de Trindade nem a Celg se move para resolver o problema




Quem transita pela Rua 13 e precisa passar pela Rua 30, na Vila Pai Eterno, ali nas proximidades do Portal da Fé, dá de cara com um poste no meio cruzamento das duas vias referidas. Já postamos essa esquisitice neste blog. Faz tempo que a coisa está desse jeito aí da imagem acima. Até o momento não foi possível identificar qualquer movimentação da Prefeitura de Trindade ou da Celg para solucionar este problema que representa um perigo para motoristas e motociclistas que trafegam por aquela localidade. Mas não custa manter a esperança de que um dia, quem sabe, alguém retire o trambolho do meio da rua. Esperemos... Sentados que se cansa menos.

Para ler e refletir

Presidente Dilma Rousseff em destaque

“O sucesso de Temer depende de agir pensando no que é mais importante para o País e menos no que é interessante para o seu entorno e seus aliados. Se acertar, ótimo para sua página na história e para o Brasil. Se errar, há instrumentos, instituições e uma Constituição para lidar perfeitamente com a situação. Logo, não à ingerência externa! E viva a democracia!”
Eliane Cantanhêde, em “Golpe jabuticada”, em vários dos principais jornais brasileiros desta sexta-feira (22).
-x-x-x-
“Ao falar para a imprensa estrangeira na terça-feira, a presidente Dilma disparou o argumento que lhe faltava em defesa própria: atribuiu ao fato de ser mulher as perseguições que lhe movem. Dilma está sonhando. Nunca se soube de ninguém que lhe tenha concedido a graça dessa acusação.”
Ruy Castro, em “A graça dessa acusação”, artigo publicado em vários jornais desta sexta-feira (22).

O flagelo do desemprego na vida de milhões de trabalhadores

E o nó cego da política e economia brasileira segue apertando os brasileiros

Segundo números da economia brasileira, na atualidade, ao redor de 10 milhões de trabalhadores estão desempregados em todo o País. Eis aí um flagelo horrível para as famílias que têm contas mensais a pagar para irem vivendo, "conforme Deus quer". Infelizmente, nem todo mundo conta com uma empreiteira amiga capaz e disposta a pagar as despesas de casa, não é verdade? Sujeito sem trabalho, sem salário, fica difícil demais conseguir manter uma casa e a família com dignidade, principalmente onde há crianças para alimentar, prover educação e lazer. O mesmo se pode dizer dos núcleos familiares dos quais fazem parte pessoas idosas, que merecem e precisam de cuidados especiais diuturnamente. A toda hora é preciso gastar um dinheirinho por causa disso ou daquilo. E nos últimos dias uma das perguntas que mais tenho ouvido é "você não sabe de algum emprego por aí não?" Claro que não estou sabendo de n…

E se Flávia Morais não for candidata a Prefeita de Trindade...

A concorrência já está de olho no apoio da deputada


Se for mesmo confirmada a expulsão da deputada federal Flávia Morais do PDT e a consequente perda do mandato, ela não terá condições de disputar as eleições como candidata a prefeita. No caso, será uma “carta fora do baralho”. E uma carta valiosa, diga-se. Mal comparando a situação com o truco, aquele jogo de duplas, em que os caras fazem um escarcéu, um barulho infernal, estar-se-ia diante de uma 7 Copas, no mínimo. Só recapitulando, a deputada votou SIM pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), na sessão de domingo (17), na Câmara dos Deputados. Dessa forma, pode-se considerar que o apoio da parlamentar mineira de nascimento (é natural de Belo Horizonte) e goiana por opção, será bastante disputado pelos concorrentes ao comando da Prefeitura da “Capital da Fé”, no pleito de 2 de outubro próximo. Qual deles conseguiria conquistar o apoio de Flávia Morais? Bem, aí já são outros quinhentos e, como política é um negócio muito d…

Para ler e refletir

Política brasileira de hoje em dia

"Enquanto ela encena a presidente, apesar de ser virtualmente ex-presidente, o PT trata de reunir os cacos e restaurar o partido para as eleições municipais, para a oposição e para o futuro, com o discurso de que, sim, houve desvios e houve petistas envolvidos em corrupção, mas isso não significa que o PT seja o partido mais corrupto do planeta - muito menos na comparação com o PMDB do vice Michel Temer."


Eliane Cantanhêde, jornalista, colunista e comentarista de TV e rádio, em artigo "Mais do mesmo", publicado hoje na imprensa nacional.

Porque “sim”?

Imagem
Estou preparada para as consequências desta minha decisão


A crise que o Brasil atravessa exigiu, e com razão, um posicionamento firme e corajoso de nós parlamentares sobre o processo de impeachment. Foi, talvez, uma das decisões mais difíceis de minha vida. De um lado, posição fechada do meu partido, e do outro a população contrária ao governo.
Vi crescer em grande parte da população a vontade de tentar mudar os rumos do País. Nesse momento, já não tinha mais dúvida que votaria “sim”. No entanto, continuei em silêncio em respeito à posição irredutível do meu partido. Fui acusada e cobrada por não me manifestar. Mas, mantive o silêncio. Agora, o PDT está tomando a decisão de me expulsar, cassar meu mandato e ainda intervir nos municípios.
Reconheço a legitimidade do posicionamento do PDT que tem história, sobretudo, em defesa da legalidade que marcou a resistência ao golpe de 61 travada pelo eterno Leonel Brizola.
Nesse momento tão difícil busco força nas lembranças de Brizola. Pergunto-me…

Flávia Morais e outros cinco deputados federais são expulsos de ofício do PDT

Imagem
Voto da parlamentar pelo impeachment custou o comando do PDT em Goiás e provocou sua expulsão do partido



Na semana passada havia um verdadeiro suspense em torno da forma como a deputada federal Flávia Morais (PDT) iria votar na sessão de ontem (Domingo, 17) na Câmara dos Deputados, em que esteve em votação a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Inclusive neste blog, na quinta-feira (14), destacamos uma notinha da coluna Giro/O Popular, do repórter Jarbas Rodrigues Jr, que falava justamente do “sumiço” da parlamentar goiana. Todo mundo queria saber então como votaria a ex-primeira-dama de Trindade, cidade onde é tida como forte candidata a prefeita nas eleições de 2 de outubro deste ano. Havia um mistério no ar que terminou no Domingo, quando Flávia Morais, contrariando uma orientação do seu partido, anunciou no plenário seu voto em favor do impeachment, justificando: “Pelo povo do meu Estado e pelo povo de Trindade”.
Como os pedetistas haviam fec…

Deputados aprovam o impeachment da presidente Dilma Rousseff

E a oposição conseguiu ultrapassar a marca dos 342 votos favoráveis ao impeachment da presidente Dilma

Coube ao deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) dar o 342º voto em favor da admissibilidade do processo de impeachment pela Câmara dos Deputados, em longa sessão iniciada na tarde deste domingo (17). Sessão que, diga-se, contou com um quórum de 511 deputados presentes. Concluída a votação, o processo seguirá para o Senado Federal que terá a incumbência de receber, analisar, discutir e votar o pedido de impedimento da presidente da República Dilma Rousseff (PT) que precisava, hoje, de 171 votos para barrar a iniciativa. O placar final da votação ficou em 367 votos SIM e 137 votos NÃO, mais 7 abstenções e 2 faltas. 

O nascedouro do processo de impeachment da presidente Dilma

Quando líderes petistas decidiram rifar os peemedebistas do poder o terreno do impeachment tornou-se fértil


Se estamos nesta tarde de domingo (17) assistindo à Sessão de Votação do Impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), vale a pena refletir um pouquinho sobre a origem disso tudo. Por essa razão mesmo, recomendo a leitura de um texto do jornalista Elio Gaspari, intitulado "O comissariado quis fritar o PMDB", publicado nos principais jornais brasileiros deste final de semana. Depois de lida a matéria, cada um que tire suas conclusão, ora pois. Veja a seguir e em vermelho.


O comissariado quis fritar o PMDB Elio Gaspari é jornalista (e dos bons)


No dia 7 passado, a melhor planilha de votos dos estrategistas da deposição de Dilma informava que, dos 342 votos necessários, tinham pelo menos 240 e, no máximo, 260.
No governo a situação era parecida. Contabilizavam-se 150 votos contra o impedimento, 22 abaixo do necessário.
Podem ter acontecido muitas coisas, mas certamente a capac…

Domingo é dia de votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff

O pior é que nem a vitória da oposição ou do governo, por si só, desatará o nó cego na economia e na política

Enfim, chegou o grande dia ou o Dia D para o andamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) que está em tramitação na Câmara dos Deputados. A partir das 14h de hoje suas excelências, os 513 deputados federais, devem estar trabalhando em pleno domingo, discutindo e depois votando se o processo será ou não enviado ao Senado Federal para definir se a presidente continuará no poder ou dele será afastada, além dos 180 dias previstos para a conclusão dos trabalhos. Ou seja, o governo petista de Dilma Rousseff pode estar com os dias contados. Bem, a oposição precisa contabilizar 342 votos em plenário para a continuidade do processo; os governistas conquistando 171 votos garantem a presidente Dilma no poder. A notícia é ruim que nem uma coisa há de, por si só, desatar o atual nó cego na política e na economia do Brasil.

Saiba que há limites de gastos na campanha eleitoral

Legislação em vigor define claramente os limites de gastos para os candidatos a vereador e prefeito



Para aqueles possíveis candidatos a vereador ou prefeito, nas eleições de 2 de outubro deste ano, é interessante que eles prestem atenção aos limites de gastos estabelecidos pela legislação eleitoral em vigor. Isso é importante porque o dinheiro sempre fala alto nas temporadas de caça aos votos, muito embora, em público, os concorrentes evitem tratar deste assunto.
O eleitor, ouso acreditar, devia prestar mais atenção a este aspecto das disputas eleitorais. Afinal de contas, porque cargas d'águas alguém, pessoa física ou uma empresa, doa dinheiro para quem quer que seja disputar votos? Campanha eleitoral é um negócio muito caro, são raros os exemplos de concorrentes sem recursos financeiros que conseguem conquistar mandatos neste Brasil de meu Deus. E além do mais, dar ampla informação da origem da grana com a qual são pagas as despesas dos candidatos, é uma forma de imprimir transpar…

Bloco de Notas

Imagem
Política em crise


“O rompimento pessoal e do PMDB com Dilma, conduzido por Michel Temer de ponta a ponta, com auxílios de Romero Jucá como "laranja", foi incomum em política”.
Janio de Freitas, jornalista

“Há duas semanas, Dilma perseguia um par de objetivos estratégicos: não cair e fingir que ainda dava as cartas. Agora, já não consegue simular as aparências mínimas do poder. E reconhece que pode ter virado uma Rainha de Copas descartável”.
Josias de Souza, jornalista



“A deputada Flávia Morais (PDT) não é mais vista no Congresso”, nos conta Jarbas Rodrigues, em sua coluna Giro (O Popular, de 14/4/2016).


Sobre possíveis candidatos a prefeito de Trindade

A falta de boas expectativas representadas pelos atuais prefeitáveis entedia a gente



Pode ser que eu esteja muito com um pé atrás em relação ao que esperar do próximo prefeito de Trindade. Observando o panorama atual, prestando atenção nos nomes mais comentados como potenciais candidatos nas eleições de 2 de outubro deste ano, fica difícil se animar. O que esperar de uma nova gestão capitaneada por Jânio Darrot (PSDB), a não ser mais do mesmo? Ricardo Fortunato (PMDB) é ex-prefeito e a gente viu ali como foram as coisas. Flávia Morais (PDT) esteve no poder municipal, depois se tornou deputada estadual, secretária de Estado do Trabalho e Cidadania, agora é deputada federal no segundo mandato. O deputado estadual Antônio Carlos (PR), Dr. Antônio, já foi vereador, secretário de Saúde, diretor clínico do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), figura carimbada da política trindadense. Marcelo Curicas (PRB) foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Trindade. Alexandre Ribeiro (Co…

Para ler e refletir

A crise do Impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT)



"A maioria da opinião pública quer tirar
Dilma e o PT, mas não para por
Temer e o PMDB no lugar, como determina a Constituição".


Eliane Cantanhede, em sua coluna desta terça-feira (12), intitulada "Salve-se quem puder"

Realmente tem político desassombrado mesmo

Já pensou o cabra pedir e receber dinheiro para apoiar este ou aquele candidato?



Sabe o que espanta mesmo, internauta que vez por outra visita este espaço? É o desassombro dos caras que decidem se tornar políticos. Afinal de contas, assistimos diariamente aos episódios escandalosos da política nacional no telejornalismo, no rádio, na internet e nos veículos de comunicação impressa, a Operação Lava Jato (em sua 28ª fase, a Vitória de Pirro) segue há mais de dois anos dominando o noticiário eivado de prisões de gente poderosa, inclusive políticos graúdos, o processo de Impeachmentda presidente Dilma Rousseff (PT) vai caminhando na Câmara dos Deputados, e no meio disso tudo a gente ainda ouve dizer que num município desses aí, até parecido com Trindade, haveriam pré-candidatos a vereador querendo dinheiro de possíveis concorrentes a prefeito, em troca de apoio. Pode uma coisa dessas? Falam inclusive que lá naquelas paragens haveria gente pedindo 200 mil reais, ao passo que um outro possív…

Comunicação no Whats App está criptografada "ponta-a-ponta". E agora?

por Caio César Carvalho Lima
Foi divulgado no blog oficial do Whats App a informação de que todas as comunicações (texto, imagem, áudio, vídeo e ligação) por meio da aplicação (quer entre duas pessoas, ou em grupos) estão integralmente criptografadas - criptografia "ponta-a-ponta" ou "fim-a-fim". Com isso, ninguém (nem mesmo os funcionários da aplicação e o Poder Judiciário, por consequência) conseguirão ter acesso a esse conteúdo. Diante disso, a principal pergunta que surge é: Como serão cumpridas medidas judiciais determinando a interceptação do fluxo das comunicações entre os usuários do WhatsApp? Resposta curta: não serão cumpridas, de forma alguma! Esclarecendo um pouco melhor a dúvida, importante questionar, primeiramente, se realmente existe lei obrigando que tal interceptação seja levada a efeito por provedores de aplicações de internet. Lembramos que, no Brasil, a Lei 9.296/1996 dispôs acerca da interceptação de comunicações telefônicas, de qualquer natureza…

Rotary Club de Trindade em Ação

Imagem
Parceria com Loja Maçônica Obreiros da Paz garante doação de fraldas





Na manhã de Sábado (9), por volta das 10h, Sandra Gonçalves Dias, presidente do Rotary Club de Trindade, acompanhada de Letísia Guimarães Maciel, diretora da Comissão de Serviços à Comunidade, dentre outros associados, bem como de Pedro Sertão, Venerável Mestre da Loja Maçônica Obreiros da Paz, e de Laimar Léllis, presidente da Colméia Obreiros da Paz, entidades de Goiânia, realizaram a entrega de mais de 1,0 mil fraldas para adultos, em favor da Vila São José Bento Cottolengo.

Adversários conquistam filiados nas fileiras do prefeito Jânio Darrot

Imagem
Engana-se quem pensa que não haverá disputa acirrada nas eleições para prefeito neste ano


Quem estava pensando que os prefeitáveis Antonio Carlos, o Dr. Antonio (PR), que é deputado estadual, o ex-prefeito Ricardo Fortunato (PMDB), bem como a deputada federal Flávia Morais (PDT), estariam imobilizados diante do poderio de Jânio Darrot (PSDB), atual prefeito de Trindade e empresário bem-sucedido no mundo dos negócios, enganou-se redondamente, podemos afirmar sem medo de errar.



Veja bem, internauta curioso. Dr. Antonio conseguiu tirar gente lá do meio dos apoiadores do atual prefeito, cujos nomes constavam da folha de salários da Prefeitura inclusive, para as suas fileiras. Eduardo Bueno e Gustavo Crispim, por exemplo. Já o ex-prefeito Ricardo Fortunato conseguiu o passe, digamos assim, de Cristiano Vaz, que também trabalhava na gestão do prefeito Jânio. Já a deputada Flávia Morais, recebeu mais um vereador para sua bancada na Câmara Municipal, Rildo Ferreira, que deixou o PMDB e se filio…

Quem pergunta quer saber...

E como os candidatos a vereador e prefeito irão financiar as respectivas campanhas?




Enquanto todos os brasileiros seguem de olhos abertos os desdobramentos da Operação Lava Jato e a questão que vai passando despercebida é saber como os candidatos a vereador e prefeito dos 5.570 municípios deste Brasil de meu Deus estão se preparando para financiar as respectivas campanhas eleitorais que neste ano irão acontecer no dia 2 de outubro. Que tal, hein?

E eis que surge uma bancada do PP na Câmara Municipal de Trindade

Imagem
Terminado o prazo de filiações os progressistas contabilizam representantes no Legislativo trindadense





Os vereadores Leofonso Teixeira Ramos, Felinho, foi eleito então no PTB, com 766 votos; Maria de Lourdes, no PSD, conquistou a vitória obtendo 669 votos. Os dois se filiaram agora no PP, sigla que não tinha representantes na Câmara Municipal de Trindade, uma vez que a legenda foi mal conduzida nas eleições municipais de 2012, mas agora sob nova liderança, se fortalece na política local. A bancada pepista, terá como líder a vereadora Maria de Lourdes, mediante indicação a ser feita ainda nesta semana, segundo o presidente do partido na “Capital da Fé”, Claud Wagner Gonçalves Dias. Ah, sim! Claro que os dois vereadores irão disputar a reeleição no dia 2 de outubro deste ano.

Quem trocou de partido agora tem que se contentar com o lugar onde está

Pessoal quer disputar as eleições e procuram as melhores condições sem que ninguém fale abertamente em dinheiro...

Terminado o prazo para que os atuais prefeitos, vices e vereadores pudessem trocar de partidos sem o risco de perderem os respectivos mandatos, no sábado passado (2), agora não tem mais choro nem vela, os caras vão ter que se dar por satisfeitos com o lugar onde estão (para onde foram...) para tentar um novo mandato. Ouvimos dizer que teve gente por aí assinando ficha de filiação no apagar das luzes do último dia. Os caras, potenciais candidatos, sempre estão em busca de melhores condições para a disputa. Gozado que ninguém fala abertamente em dinheiro nessas ocasiões. Todo mundo declara estar disposto a fazer campanha eleitoral "franciscana", gastando muita "sola de sapato" para pedir votos. Pois é, pois é, pois é!

Nas eleições de 2012 Jânio Darrot falava também que não seria candidato a prefeito...

Imagem
É a história se repetindo ou tudo não passa de marketing político





No site A Redação, no dia 11 de Março de 2012, às 20:11 h, a Coluna Boca Miúda, então sob os cuidados do jornalista José Cácio Júnior, teve como nota de destaque a indefinição do então deputado estadual Jânio Darrot (PSDB) quanto à candidatura a prefeito de Trindade nas eleições daquele ano. Naquela época como agora, Jânio queria ter um dedo de prosa com o governador Marconi Perillo para se decidir. Depois de se acertar com Sua Excelência em Palácio, Jânio anunciou a candidatura, ficou o dito pelo não dito, a candidatura foi lançada, registrada, disputou votos e venceu a peleja.
A gente fica do lado de cá assuntando a coisa toda com uma forte sensação de que tudo não passa de mera jogada de marketing político ou apenas vemos a história se repetir diante de nossos olhos. Dá uma preguiça danada dessas coisas, vale a pena registrar. Já que em política os caras gostam de manter determinados padrões quando isso lhes parece ser…

Aliados do prefeito Jânio Darrot não sabem dizer se houve desistência quanto à disputa da reeleição?

Vereadores da base do prefeito na Câmara Municipal afirmam não terem sido informados e não sabem responder à pergunta


Nesta terça-feira (5) em que a notícia de que Jânio Darrot (PSDB), prefeito de Trindade, decidiu não se candidatar à reeleição, no pleito de 2 de outubro, pegou todo mundo na "Capital da Fé" de surpresa, o presidente da Câmara Municipal, vereador Agnelson Alves (PV), nos disse que não está sabendo de nada a respeito. "Na verdade [ele] não falou com ninguém", afirmou Agnelson, E o presidente do Legislativo trindadense é aliadíssimo do prefeito Jânio Darrot.
Outro vereador que igualmente não sabe de nada oficialmente a respeito da desistência de Jânio disputar a reeleição, é nada mais, nada menos, do que Ucleide de Castro (Ferruja), que deixou o PMDB, se filiou ao PSDB e ontem já assumiu a liderança do prefeito na Câmara Municipal. Indagado por este blogueiro, o líder do prefeito disse que "ainda não tenho essa informação formal". O vereador e…

Políticos de Trindade criam dificuldades para falar com a imprensa

É importante falar à imprensa inclusive porque as pessoas têm direito à informação e os políticos, o dever de atuar com transparência


O jornal Tribuna do Planalto publicou, no dia 1 de abril deste ano, reportagem sobre as eleições em Trindade. Leia aqui. Gostei da matéria da repórter Daniela Martins, que apresentou os principais nomes dos envolvidos aí na batalha pelo cargo de prefeito da cidade, neste momento de pré-campanha, contemplando algumas das características dos políticos que podem chegar ao comando do poder Executivo trindadense, no pleito de 2 de outubro deste ano.
Mas meu interesse neste post é falar de outra coisa, as dificuldades que vários políticos locais criam no contato com a imprensa. A reportagem acima mencionada informa ter sido feito contato com a deputada federal Flávia Morais (PDT), pela assessoria da parlamentar que não respondeu às questões apresentadas, conforme acertado com a reportagem; já em relação ao ex-prefeito Ricardo Fortunato (PMDB), não houve retorno…

Parceiro

Parceiro