Pesquisas eleitorais em Trindade neste fim de semana

Pessoas entrevistadas estranharam a forma como o levantamento aconteceu em alguns casos


Imagem meramente ilustrativa. (Foto/Blog Politec)




Neste sábado, segundo relatos que chegaram a este blog, vários bairros da “Capital da Fé” tiveram pesquisadores zanzando pelas ruas e avenidas entrevistando eleitores, na tentativa de captar as intenções de votos para prefeito. Afinal de contas, todo mundo deve estar sabendo que no dia 15 de novembro teremos eleições para elegermos 19 vereadores, o vice e o prefeito de Trindade. Absolutamente normal que os interessados em disputar esses cargos invistam mesmo em pesquisas eleitorais para captar o humor e anseios do eleitorado, bem como medir o potencial ou viabilidade eleitoral de si próprio e, claro, dos adversários. Se tem uma atividade na qual o amadorismo vem perdendo terreno, esta é a disputa de eleições. E contar com pesquisas bem-feitas e confiáveis, sem dúvida alguma tem a ver com profissionalismo e competência em qualquer estágio da campanha. Prosseguindo, tivemos acesso a alguns áudios de moradores de setores como o Monte Sinai, Vila Maria, Serra Dourada e Vila Pai Eterno que estranharam um pouco a forma como aconteceram as entrevistas. Por exemplo, num áudio, a pessoa informa ter sido abordada por um entrevistador sem identificação, nas mãos prancheta, papel e cartela com nomes de alguns pré-candidatos, além de nomes de políticos que até o momento não se declararam dispostos a se candidatar a prefeito. Vale lembrar, há, pelo menos, nove pré-candidatos a prefeito, nesta altura da corrida sucessória em Trindade. O número de concorrentes, estima-se, deve diminuir bastante até o final do período de realização das convenções partidárias, ali pelo mês de setembro, porém é de se supor que uma pesquisa mais consistente deveria considerar todos os nomes já anunciados como pré-candidatos. Até porque, o eleitor hoje em dia está muito bem informado e as empresas que realizam pesquisas assim precisam levar isso em consideração para manter a credibilidade dos levantamentos materializados na forma de resultados que não deixam margem para se suspeitar jamais de quaisquer tipos de manipulação. É isso aí!



Comentários

Parceiro

Parceiro